Santa Teresinha - domingo, 22 de julho de 2018

Denúncias de perseguição a servidores marcam debates na Câmara Municipal de Santa Terezinha

20 de junho de 2018

O presidente da Câmara de Vereadores de Santa Terezinha-PB, Francisco Bezerra (PSB), abriu os trabalhos legislativos às 17h06 desta sexta-feira, 15 de junho, da sessão ordinária.

Durante o seu discurso, a vereadora Lidianny Medeiros (PSDB) lamentou que a prefeita do Município, Terezinha de Zé Afonso (PSDB), não recebeu nenhum convite para o Arraiá da Câmara, enquanto prefeitos da região foram convidados para a festa. Pediu ajuda dos seus pares para Diana, irmã de Jabiraca, que precisa passar por uma cirurgia, que custa 4 mil reais, e ela não tem condição financeira para arcar com os custos.

O vereador Zé Nilton (PR) parabenizou o presidente Francisco Bezerra (PSB) pelo 2º Arraiá da Câmara e justificou a ausência por motivos de doença. Falou que o povo não tem confiança na maioria dos políticos e destacou o trabalho do deputado Wellington Roberto (PR) que vota em projetos que beneficiam a população. Desejou saúde e paz ao povo de Santa Terezinha e desejou boas festas neste período junino.

O parlamentar Pedro Sopa (PSDB) parabenizou o presidente Francisco Bezerra (PSB) pelo 2º Arraiá da Câmara e convidou a população para o Arraiá As Marias (23), Festa do Roçadinho (24) e São Pedro em Severino (30). Agradeceu à prefeita Terezinha de Zé Afonso (PSDB) por atender ao seu pedido e colocar pneus novos na retroescavadeira e na motoniveladora, que estão recuperando as estradas. Agradeceu a Fátima Ayres por conseguir a cirurgia de Zé Juvino. “Fátima é uma guerreira, um exemplo em Santa Terezinha, porque faz só o bem”, disse Pedro. Agradeceu à prefeitura que doou os exames para Zé Juvino. Ele finalizou dizendo que o Governo do Estado tem pecado sobre a execução das cirurgias eletivas.

O vereador Menon Ayres (PROS) fez uma denúncia sobre a secretaria de transporte, disse que o funcionário Marcos Brejeiro trabalha lá negou o carro para a sua sobrinha Marília que estuda em Patos e ficaram debochando dele, em outro caso, foi com sua irmã Fátima, que ligou para a secretaria. Ela estava em Patos pra vir para cá, o pessoal disse que tinha carro vindo para Santa Terezinha, mas estava lotado. Contudo, ligaram para o motorista e ele disse que ainda tinha duas vagas no carro. “São atitudes dessa natureza que não ajudam a gestão, mas atrapalha, porque isso é perseguição” afirmou Menon. Acostou-se ao pedido do pessoal da Santana, que fez um abaixo assinado no intuito de motivar a gestão a reabrir o posto médico de lá. Disse, por fim, que a população deve votar nos deputados que ajudaram Santa Terezinha, a exemplo de Hugo Motta entre outros, pois mandaram verbas para o nosso município. Contudo não é certo votar em quem é de fora. Apresentou um requerimento que pede o carro fumacê para pulverizar a cidade, tendo em vista o grande número de isentos, sobretudo de muriçocas.

Salomão Cordeiro (PP) criticou com veemência a saúde do município. Segundo ele, o senhor Valdemar, de 91 anos, teve seu atendimento negado. Não existe comando na pasta da saúde. “As pessoas que estão cuidando da saúde do município estão fazendo um mal tremendo, ao invés de ajudar, inclusive, me perdoe o secretário, mas não tem tido muitas difidências, pois não tem pulso”, garantiu Cordeiro. O vereador lamentou alguns casos de perseguição no município, depois de Geane, agora mais duas pessoas: uma delas foi transferida a pedido de doutor Marlos, só porque não tinha o café pronto, contudo não era hora de expediente. “Aqui virou casa de mãe Joana, casa de Noca, onde todos mandam. Até quando? Até quando vai continuar essa perseguição, humilhação junto aos servidores de Santa Terezinha só por bel-prazer da gestão? Tá faltando comando na prefeitura”, afirmou Salomão. Disse que estava preocupado com as obras paralisadas no município, e o dinheiro disponibilizado na Caixa Econômica. Ele estranhou que o município recebeu 800 mil reais para custeio de saúde e não tem 4 mil reais ajudar em cirurgia para munícipe.

O líder da prefeita, Edcarlos Soares (DEM), convidou a comunidade para participar do Arraiá dos Idosos, em 19 de junho, a partir das 18h, em frente ao CRAS. Na oportunidade a Prefeitura estará entregando à população uma ambulância, e outra em breve. Falou que o trabalho de reforma no posto de saúde do sítio Santana está quase concluído e no local será colocado um novo gabinete odontológico. Adiantou que na segunda-feira (18), serão iniciadas as reformas do posto de saúde e da escola no Assentamento Dom Expedito. Citou o início da recuperação das estradas. Disse que é contra perseguição, agora é uma contradição do vereador Salomão, haja vista na época do ex-prefeito Arimatéia tinha perseguição inclusive ele foi vítima, e o parlamentar era calado.  Ele concordou com o vereador Menon Ayres (PROS), quando o colega citou que as pessoas são livres, mas devem usar a consciência e votar em deputados federais que ajudaram o município através de benefícios para os munícipes. O parlamentar citou sem a ajuda dos deputados federais, os municípios, principalmente os menores que dependem do FPM, estariam em situação precária.

O presidente Francisco Bezerra (PSB) disse que respeitava os posicionamentos dos seus pares, contudo discordava no que tange a escolha de nome do novo deputado federal, para nosso município e pode sim ter mais uma alternativa. Agradeceu a todos que ajudaram e prestigiaram o 2º arraiá da Câmara. Fez um pedido à gestão para comunidade de São Gonçalo em relação ao abastecimento de água. Criticou a saúde pública do município. “A secretaria está sendo omissa nesses casos de saúde, pois não resolve nada aqui no município, tendo em vista que recebeu mais de 800 mil reais e há tantas coisas pra resolver”, afirmou o presidente. Lamentou as perseguições que estão ocorrendo no município, em pleno século XXI, é inadmissível esse fato. Parabenizou a gestão quanto ao consultório inaugurado.  Em relação à saída do dentista Moisés Segundo, classificou como um desserviço por parte da atual gestão, pois é um grande profissional. Por fim, disse que recebeu uma denúncia que fecharam a estrada que tem mais de 100 anos, e que dá acesso às Comunidades Lôreto, Caldeirão e Queimadas. Avaliou o primeiro semestre da Casa do povo como positivo e disse que a Casa entrará em recesso na próxima sessão ordinária, que será no dia 20 de julho. Todos os projetos foram aprovados.

 

Blog do Jordan BezerraT